Últimas

Nossos amigos no Google+

27 de out de 2016

Descoberta a terceira parede da antiga Jerusalém: Onde romanos e judeus tiveram uma sangrenta batalha

Arqueólogos acreditam terem encontrado a terceira muralha de Jerusalém descrito por Flávio Josefo

"Na verdade, a cidade teria sido invencível se a parede tivesse continuado como começou ..." -Flávio Josefo, A Guerra dos Judeus, V. 153.
 De acordo com o antigo do historiador judeu Josefo, o judeu rei Agripa I (r. 41-44 C. E.), iniciou a construção de uma terceira parede na cidade de Jerusalém para proteger um novo bairro judeu que cresceu ao norte, além da primeira e segunda paredes da cidade. O rei Agripa parou o trabalho da construção da parede antes de lançar as bases por completo, com medo que o imperador romano Cláudio, suspeitasse dele, imaginando que ele estava planejando uma revolta. Os judeus rebeldes completaram em seguida este muro na pressa antes que antecederam a Primeira Revolta Judaica em (66-70 C. E.) (A Guerra dos Judeus, V.148-155). A revolta, no entanto, terminou com a destruição de Jerusalém e a queima do Santo Templo no ano 70 pelo general Tito.

Onde está o chamado o Terceiro Muro de Jerusalém? Os arqueólogos têm debatido a identificação da terceira parede desde escavações da década de 1920. Recentemente, A Israel Autoridade de Antiguidades de (IAA) compostos de arqueólogos apresentaram provas de que eles têm localizado os restos da terceira parede indescritível no bairro histórico conhecido como o Complexo Russo no centro de Jerusalém. Jerusalém está no coração da arqueologia bíblica. No Livro Jerusalém na Arqueologia: Expõe a cidade bíblica, sobre as últimas descobertas na cidade mais vibrante do mundo bíblico.


As descobertas foram feitas durante as escavações em preparação para a construção de um novo Campus para a Academia Bezalel de Artes e Design. A equipe arqueológica, dirigida por arqueólogos IAA Dr. Rina Avner e Kfir Arbib, encontrou os restos de uma muralha romana período superior a 6 pés de largura e uma torre. De acordo com Josephus, a terceira parede de Jerusalém começou às Hippicus Tower (que alguns estudiosos acreditam que é a estrutura conhecida hoje como a Torre de David) e tinha 90 torres ao todo (Guerra, V.144, 158). Na frente da parede, a equipe IAA descobriu mais de 70 ballista “Máquina de guerra romana”, e fundas e uma pedra, o que os arqueólogos acreditam que são os restos de guerra romana na Primeira Revolta Judaica.

"Este é um testemunho fascinante do bombardeio intensivo pelo exército romano, liderado por Tito, em seu caminho para conquistar a cidade e destruir o Segundo Templo", disse Avner e Arbib em um comunicado de imprensa IAA. "O bombardeio foi destinado a atacar os sentinelas que protegiam a parede e forneciam cobertura para as forças romanas não pudessem se aproximar da parede com aríetes e, assim, romper as defesas da cidade."

As descobertas do Complexo Russo será apresentado em 27 de Outubro, 2016, em uma conferência intitulada "Novos Estudos no Arqueologia de Jerusalém e sua região" na Universidade Hebraica de Jerusalém. 
Com ajuda da Biblical Archaeology.
  • Comentar pelo Blogger
  • Comentar pelo Facebook

0 » Comentários:

Postar um comentário

Olá tudo bem? Encontrou o que procura? Achou o Tifsa útil? Então compartilhe, curta, envie ou recomende aos amigos nossos artigos. O Tifsa não tem uma campanha de marketing multimilionária ou o patrocínio de celebridades, mas temos algo muito melhor: você.

Item Reviewed: Descoberta a terceira parede da antiga Jerusalém: Onde romanos e judeus tiveram uma sangrenta batalha Rating: 5 Reviewed By: Pbsena Sena
Scroll to Top