Carrossel

8 de dez de 2017

Manifestantes turcos: "Jerusalém é nossa e permanecerá assim"

Milhares de manifestantes anti-Israel marcham em Istambul contra o reconhecimento de Trump de Jerusalém como a capital de Israel.

Milhares de manifestantes anti-israelenses marcharam após as preces de sexta-feira em Istambul em um protesto furioso na decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel, disse um correspondente da AFP.

Cantando slogans incluindo "Jerusalém é nossa e permanecerá assim!" e "para baixo com a América, para baixo com Israel", os manifestantes marcharam depois de orações na mesquita otomana Fatih no centro de Istambul, acrescentou o correspondente.

Outros protestos foram planejados em outros lugares em Istambul e em toda a Turquia na sexta-feira.

"Consideramos Jerusalém como o bastião da comunidade muçulmana... Estamos aqui para mostrar nossa unidade e nossa força. Ninguém pode nos deter", disse o manifestante Doguhan, 17.

Merve, um estudante, disse que ela e seus colegas deixaram suas aulas para participar do protesto, descrevendo a decisão dos EUA como "nula e sem efeito".

"O que Trump diz é palavras vazias e não significa nada para nós. Sempre que vemos o nome de Israel em um mapa, cruzamos e escrevemos a Palestina", acrescentou.

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, tomou uma linha dura contra o movimento e convocou uma reunião de cúpula de emergência da Organização de Cooperação Islâmica (OIC), em 13 de dezembro, em Istambul.

No início desta semana, Erdogan ameaçou separar os laços com Israel se os EUA reconhecessem Jerusalém como a capital de Israel.

"Sr. Trunfo! Jerusalém é uma linha vermelha para os muçulmanos", disse Erdogan em um comunicado televisionado na terça-feira.

No ano passado, Turquia e Israel terminaram uma fenda desencadeada quando os torcedores turcos do grupo terrorista do Hamas tentaram executar o bloqueio de segurança israelense na Faixa de Gaza. Depois que as tropas israelenses que embarcaram no corredor do bloqueio foram atacadas por pessoas a bordo do navio, abriram fogo, matando 10 dos assaltantes.

Desde então, os dois lados intensificaram a cooperação, em particular em energia, mas Erdogan, que se considera um defensor da causa palestina, ainda é muitas vezes criticamente crítico do estado judeu. Com ajuda de Israel National News
  • Comentar pelo Blogger
  • Comentar pelo Facebook

0 »Seja o primeiro a comentar.:

Postar um comentário

Olá tudo bem? Encontrou o que procurava? Achou o Tifsa útil? Então compartilhe, curta, envie ou recomende aos amigos nossos artigos. O Tifsa não tem uma campanha de marketing multimilionária ou o patrocínio de celebridades, mas temos algo muito melhor: você.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole as leis, ou que configure em crime cibernético e que vão de e termos de uso, por favor denuncie.

Item Reviewed: Manifestantes turcos: "Jerusalém é nossa e permanecerá assim" Rating: 5 Reviewed By: Pbsena Sena
Role para cima