Últimas

Nossos amigos no Google+

12 de jul de 2017

A Doutrina do Criacionismo e da Evolução Espontânea


O evolucionismo espontâneo, é um conjunto de doutrinas filosóficas e científicas, que baseia suas ideias evolutivas na mutação dos seres vivos ao longo dos milênios. O evolucionismo é uma teoria que tenta explicar as alterações organismos vivos, e defende o processo de evolução das espécies de seres vivos, através de modificações lentas e progressivas consoantes ao ambiente em que habitam. Os grupos mais conhecidos destas ideologias evolucionistas espontâneas, são:

1. O Evolucionismo Darwinismo
O darwinismo é uma doutrina evolutiva criada pelo naturalista britânico Charles Robert Darwin em 1809 a 1882, proposta em seu livro chamado de “Origem das espécies”, na qual a luta pela vida e a seleção natural são apontadas como os mecanismos essenciais da evolução dos seres vivos. A teoria do evolucionismo darwinista afirma que a sobrevivência das espécies está relacionada com sua seleção natural, não de um criador.

2. O Evolucionismo Lamarckismo
É uma teoria criada pelo naturalista francês Jean-Baptiste Lamarck entre 1744 a 1900. Na qual prega que a evolução dos seres vivos vem pela influência das variações do meio ambiente pelo comportamento dos órgãos. Lamarck sustentava que os caracteres dos seres vivos é uma herança adquirida. Ele fundamentar sua ideia de que, as mudanças das espécies é causada das mudanças e condições externas do ambiente em que vivem. Isto é, o meio ambiente influencia diretamente um organismo, provocando sobre ele necessidade de modificação, ou de atrofiamento decorrente do desuso. Dessa forma, um órgão passaria por sucessivas transformações para atender às necessidades externas de reprodução evolutiva nos seres vivos.

3. O Evolucionismo Mutacionismo
É uma teoria evolutiva criada e formulada pelo biólogo neerlandês  (holandês): Hugo Marie de Vries, em 1901. Segundo ele, às mutações faz o papel essencial no aparecimento de novas espécies de seres vivos no mundo. Obs.: Variante francesa do nome Maria. Os principais pontos de seus argumentos foram:
A) As variedades em algumas espécies de indivíduos surgem bruscamente, consequentemente pelas alterações do material genético transmitido dos pais aos filhos através dos gametas. Essas modificações hereditárias, constituem-se em mutações genéticas.
B) Em algumas mutações manifestam de caracteres indesejáveis, em outros, tornam os indivíduos mais adaptados para as exigências do meio ambiente, fazendo-os mais aptos a vencer na luta pela vida.
C) Por último ele sustenta, que a luta pela sobrevivência dos seres vivos resulta em uma seleção da lei natural dos mais fortes, e capazes de se adaptarem; ou se transformam em predadores levando uma possível extinção dos frágeis.

As bases das doutrinas evolutivas, estão mais fundamentadas na biologia molecular, junto a outras disciplinas como a genética, a microbiologia, a citologia e a bioquímica por meio de experimentos e em estudos científicos. Os principais ramos da ciência que exploram e estudam estas ideias evolutivas, são:

A) Biologia - Estudo dos seres vivos e das leis da vida. Corrente ou escola antropológica do século XIX que pressupunha a existência de uma ordem imanente na história da humanidade, concebendo-a como uma série de estágios sucessivos de desenvolvimento social, na qual os povos ditos primitivos

B) Química – É a ciência em que se estuda a estrutura das substâncias, correlacionando-a com as propriedades macroscópicas, com os objetivos de investigam as transformações dessas substâncias.

C) Biomassa – Ramo que estudo a quantidade total de matéria viva de um ecossistema e suas transformações.

D) Biotipologia - Estudo das constituições, temperamentos e caracteres.

E) Antropologia biológica - Ciência que tem por objeto a variação biológica do ser humano, tanto em seu desenvolvimento evolutivo quanto em sua expressão histórica e contemporânea; antropologia física.

F) Anatomia - Ciência que trata da forma e da estrutura dos seres organizados.
Segundo as doutrinas evolutivas, o surgimento de outros seres vivos podem, acontecer pela desagregação, mutação ou por cruzamento dos seres vivos. Obs.: Desagregação, significa a divisão ou separação de alguma coisa em partes menores.

G) Genética - Parte da ciência que dedica-se ao estudo da hereditariedade, dos genes, da transmissão, dos pais aos filhos, dos caracteres anatômicos, citológicos e funcionais do seres vivos.

A Doutrina do Criacionismo
O que vem a ser a doutrina do criacionismo? Ou no que ele consiste? A doutrina criacionista, é um princípio doutrinário teológico, que sustenta a autoria da criação do mundo e tudo o que nele existe a um criador supremo e único. Segundo o princípio doutrinário da teologia da criação, Deus ao criar os seres vivos, infundiu sobre eles alma vivente. Exceto o homem, que teve uma criação especial. Segundo a doutrina da criação, Deus ao criar o homem, infundiu alma e depois soprou sobre ele, transmitindo sobre ele certa porção de seu espírito de vida. Transformando-o em alma vivificante.

Oposição entre o criacionismo e a teoria evolutiva espontânea
A doutrina evolutiva é oposta às políticas públicas da implantação do ensino religioso em salas de aulas. Seus adeptos não creem na existência em um mundo criado por um ser supremo. Por isso eles lutam para tornar todos países laicos, com o objetivo de excluir a educação religiosa no setor educativo.

O fixismo ou Criacionismo
O fixismo é uma doutrina filosófica criada pelo naturalista francês Georges Cuvier, no século XVII. Ela sempre foi mais aceita, porque baseava-se no livro Gênesis, onde afirmava que as espécies são fixas e imutáveis ao longo do tempo. Isto é, as espécies permanecem no mesmo formato, desde sua criação. E estão inalterados até os dias de hoje, com o passar dos milhares de anos.
Biologicamente falando, a teoria do fixismo propunha, que todas as espécies que hoje existem, foram criadas por um ser divino. Para a teoria fixista, todas espécies biológicas que existem hoje, são imutáveis e idênticas desde sua criação por Deus.
Geologicamente, o fixismo sustenta que os continentes se mantêm estáveis e fixos em seus lugares atuais através de toda história geológica.
Autor: Pbsena

Reprodução e divulgação autoridade mediante a citação do autor
  • Comentar pelo Blogger
  • Comentar pelo Facebook

0 » Comentários:

Postar um comentário

Olá tudo bem? Encontrou o que procura? Achou o Tifsa útil? Então compartilhe, curta, envie ou recomende aos amigos nossos artigos. O Tifsa não tem uma campanha de marketing multimilionária ou o patrocínio de celebridades, mas temos algo muito melhor: você.

Item Reviewed: A Doutrina do Criacionismo e da Evolução Espontânea Rating: 5 Reviewed By: Pbsena Sena
Scroll to Top