Mais Recentess

11 de mai de 2017

O Dízimo: Como Ato de Fé e Gratidão a Deus

Entregue seus dízimos e suas ofertas de tal forma que agrade ao coração de Deus, para que seu sacrifício seja aceito por Deus não pelo homem. Se o homem forçar ou lhe obrigar a fazer tal, não o faça. Pois isso está contrariando a vontade de Deus. A vontade de Deus é que você entregue seus dons de forma espontânea, e voluntária não por constrangimento.

1. O ensino correto da contribuição sobre o dízimo, faz o povo contribui com alegria e prazer. Consequentemente Deus recebe e ama quem contribui com alegria. Se você contribuir, porque está sendo coagido, constrangimento ou obrigado; com certeza não vai contribui com alegria, mas contribuirá com tristeza. Se você for contribui, e ficar triste, é melhor que não contribua. Pois seu sacrifício não será recebido por Deus.

2. A contribuição deve ser encarada e feita como um ato de fé e gratidão pelas bênçãos recebidas de suas mãos.

3. A entrega do dízimo não pode ser encarado como obrigação, e nem dever ser feito baseada nas regras da recompensa. Ou seja, entregar esperando receber algo de maior valor em troca.

“II Coríntios 09:7 Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, nem por constrangimento; porque Deus ama ao que dá com alegria”.
Autor: Pbsena Sena


  • Comentar pelo Blogger
  • Comentar pelo Facebook

0 »Seja o primeiro a comentar.:

Postar um comentário

Olá tudo bem? Encontrou o que procurava? Achou o Tifsa útil? Então compartilhe, curta, envie ou recomende aos amigos nossos artigos. O Tifsa não tem uma campanha de marketing multimilionária ou o patrocínio de celebridades, mas temos algo muito melhor: você.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole as leis, ou que configure em crime cibernético e que vão de e termos de uso, por favor denuncie.

Item Reviewed: O Dízimo: Como Ato de Fé e Gratidão a Deus Rating: 5 Reviewed By: Pbsena Sena
Scroll to Top